Site da USP
PROLAM Programa de Pós-Graduação Integração da América Latina Universidade de São Paulo
Fale conoscoFacebookTwitterGoogle PlusYoutube

Intercâmbios

Intercâmbios institucionais constituem uma prática usual para o PROLAM, em virtude de seu conteúdo programático e de seu caráter interdisciplinar. Parte expressiva desses vínculos são construídos diretamente pelos docentes e discentes do Programa, por meio do desenvolvimento de suas pesquisas, criando redes de contatos com pesquisadores, universidades, órgãos públicos e privados. Destaca-se que muitos dos projetos de pesquisa de longo prazo do Programa são desenvolvidos em conjunto com pesquisadores de outras universidades brasileiras e do exterior, gerando ambiente favorável à ampliação destes contatos.

As Normas Internas do PROLAM preconizam que os alunos realizem, em suas Dissertações ou Teses, um estudo comparativo entre pelo menos dois países da América Latina ou sobre uma temática comum aos países da região. Dessa forma, constitui prática sistemática do programa, o intercâmbio de alunos e professores com instituições latino-americanas e de outros países.

O Programa pretende, igualmente, constituir-se em um pólo facilitador de contatos e intercâmbios entre entidades pertinentes, brasileiras ou estrangeiras. A troca de informações e de materiais científicos, a contratação de professores e conferencistas visitantes e de reconhecidos centros de excelência acadêmica, a arregimentação de alunos nos países da região e o apoio ao trabalho de professores brasileiros comprometidos com este tema no exterior estão entre os mecanismos acionados para garantir a eficácia do Programa.


Parcerias

O PROLAM participa institucionalmente das seguintes associações científicas e profissionais:

SOLAR – Sociedade Latino-Americana de Estudos sobre a América Latina e Caribe;
FIEALC – Federação Internacional de Estudos da América Latina e do Caribe;
SAI – Sociedade Internacional de Americanistas;
LASA – Latin American Studies Associacion;
UDEMO – Unión de las Universidades Latino Americanas.

Os docentes e discentes são incentivados a participar dos congressos organizados por essas instituições, pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), além de participarem regularmente de Associações Científicas das áreas das ciências sociais e humanas, tais como:

Associação Latino Americana de Sociologia;
Associação Latino Americana de Sociologia do Trabalho;
ANPOCS – Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais;
ANPEC – Associação Nacional de Pós-Graduação em Economia;
ABET – Associação Brasileira de Estudos do Trabalho;
ANPed – Associação Nacional de Pedagogia;
ANPUH – Associação Nacional de História;
ANPUR – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional;
ANPAE – Associação Nacional de Políticas de Administração em Educação;
ALAIC – Associación Latino Americana de Investigaciones de Comunicación;
dentre outras.

CompartilharCompartilhar no FacebookTweet about this on TwitterEnviar por e-mail